Os 8 assuntos de física que mais caem no Enem 

Separamos os assuntos de física mais recorrentes na prova do ENEM!

Convenhamos, são poucos os alunos que são apaixonados por Física, não é mesmo? Antes dessa disciplina fazer parte da nossa rotina de estudos, já tememos suas tão faladas leis, fórmulas e demais cálculos. Mas calma aí, você não precisa ser nenhum Isaac Newton ou Albert Einstein para mandar bem em Física na hora das provas do Enem e dos vestibulares. A equipe do Pró Universidade pesquisou os 8 assuntos de física que mais caem no Enem, assim, vamos poder te dar todas as dicas para chegar à nota máxima e garantir sua vaga na universidade.  

Resultado de imagem para fisica

Você já deve saber que existem vários campos de estudos da Física. Na física Mecânica estudamos o movimentos, na Óptica os espelhos, entre outros tópicos, assim por diante. Você já parou para pensar quais as grandes áreas da Física mais caem no Enem? De maneira geral, entre os tópicos mais recorrentes estão: 

  • Mecânica  
  • Eletricidade e Energia 
  • Ondulatória  
  • Termodinâmica 
  • Óptica 

Ficou curioso para saber o que exatamente é pedido de dentro desses temas? Vamos aos os 8 assuntos de física que mais caem no Enem 

  1. Em Mecânica os temas mais estudamos são os movimentos sobre movimentos (MRU, MRV), as leis de Newton, até chegarmos à Cinemática. Observe a questão sobre Movimento Retilíneo Variável (MRV) aplicada na prova do Enem de 2010: 

Questão: 

As velocidades dos veículos variam com o tempo em dois intervalos: (I) entre os instantes 10s e 20s; (II) entre os instantes 30s e 40s. De acordo com o gráfico acima, quais são os módulos das taxas de variação da velocidade do veículo conduzido pelo motorista imprudente, em m/s², nos intervalos (I) e (II), respectivamente? 

  • Pelo enunciado da questão, podemos perceber que se trata de uma questão de MRV, por algumas pistas como a utilização de termos “variam”, “dois intervalos de tempo”, assim por diante.  

Confira uma videoaula sobre MRU

Confira uma videoaula sobre MRV

2. Leis de Newton: Não é por acaso que Isaac Newton é um nome tão frequente não só nas aulas de Física, como na mídia ou até dito por leigos. Mesmo quem não sabe nada sobre as famosas Leis da Física, sabe que as contribuições de Newton para essa ciência revolucionaram uma era e servem de base para compreendermos os fenômenos físicos que nos cercam. Por isso, questões com a do exemplo abaixo são bem recorrentes no Enem e nos vestibulares. Observe que o enunciado relaciona conceitos da Física em uma ação realizada em nosso cotidiano (mesmo que seja o cotidiano de um esportista).  

Questão: 

Para um salto no Grand Canyon usando motos, dois paraquedistas vão utilizar uma moto cada, sendo que uma delas possui massa três vezes maior. Foram construídas duas pistas idênticas até a beira do precipício, de forma que no momento do salto as motos deixem a pista horizontalmente e ao mesmo tempo. No instante em que saltam, os paraquedistas abandonam suas motos e elas caem praticamente sem resistência do ar. As motos atingem o solo simultaneamente porque: 

  1. a) possuem a mesma inércia.
  2. b) estão sujeitas à mesma força resultante.
  3. c) têm a mesma quantidade de movimento inicial.
  4. d) adquirem a mesma aceleração durante a queda.
  5. e) são lançadas com a mesma velocidade horizontal.

3) Cargas Elétricas e Eletrização: Na questão que caiu no Enem de 2011, podemos perceber como o conteúdo é facilmente aplicado a uma situação que corriqueiramente passamos em nosso dia a dia, como um manual de instruções ou equipamentos elétricos, no caso o amplificador. 

Questão: 

O manual de funcionamento de um captador de guitarra elétrica apresenta o seguinte texto:  

Esse captador comum consiste de uma bobina, fios condutores enrolados em torno de um ímã permanente. O campo magnético do ímã induz o ordenamento dos polos magnéticos na corda da guitarra, que está próxima a ele. Assim, quando a corda é tocada, as oscilações produzem variações, com o mesmo padrão, no fluxo magnético que atravessa a bobina. Isso induz uma corrente elétrica na bobina, que é transmitida até o amplificador e, daí, para o alto-falante.  

Um guitarrista trocou as cordas originais de sua guitarra, que eram feitas de aço, por outras feitas de náilon. Com o uso dessas cordas, o amplificador ligado ao instrumento não emitia mais som, porque a corda de náilon  

  1. a) isola a passagem de corrente elétrica da bobina para o alto-falante.
  2. b) varia seu comprimento mais intensamente do que ocorre com o aço.
  3. c) apresenta uma magnetização desprezível sob a ação do ímã permanente.
  4. d) induz correntes elétricas na bobina mais intensas que a capacidade do captador.
  5. e) oscila com uma frequência menor do que a que pode ser percebida pelo captador.

4) Resistores e Potência Elétrica: O próprio tópico já nos indica o tipo de questão que vamos encontrar, seja uma resistência de chuveiro que queimou, ou a potência de uma lâmpada que temos em casa, como podemos observar na questão abaixo, retirada da prova do Enem de 2016. 

Questão: 

Uma lâmpada LED (diodo emissor de luz), que funciona com 12 V e corrente contínua de 0,45 A, produz a mesma quantidade de luz que uma lâmpada incandescente de 60 W de potência. 

Qual é o valor da redução da potência consumida ao se substituir a lâmpada incandescente pela de LED? 

  1. a) 54,6 W
  2. b) 27,0 W
  3. c) 26,6 W
  4. d) 5,4 W
  5. e) 5,0 W

5) Ondas e Propriedades Ondulatórias: Nesse tópico encontramos as questões relacionadas as ondas, ou seja, sucessões de pulsos regulares e periódicos propagando-se num meio. A ondulatória estuda tanto as ondas do mar, chamadas de ondas mecânicas, quanto as ondas eletromagnéticas, como a luz. Observe a questão do Enem 2017: 

A figura mostra como é a emissão de radiação eletromagnética para cinco tipos de lâmpada: haleto metálico, tungstênio, mercúrio, xénon e LED (diodo emissor de luz). As áreas marcadas em cinza são proporcionais à intensidade da energia liberada pela lâmpada. As linhas pontilhadas mostram a sensibilidade do olho humano aos diferentes comprimentos de onda. UV e IV são as regiões do ultravioleta e do infravermelho, respectivamente. Um arquiteto deseja iluminar uma sala usando uma lâmpada que produza boa iluminação, mas que não aqueça o ambiente. Qual tipo de lâmpada melhor atende ao desejo do arquiteto?  

6) CalorimetriaCalor refere-se à quantidade de energia térmica transferida de um corpo ou região a outro (a), devido à diferença de temperatura entre ambos. A transformação de energia térmica em trabalho é exatamente o que a Termodinâmica estuda. 

Em um experimento foram utilizadas duas garrafas PET, uma pintada de branco e a outra de preto, acopladas cada uma a um termômetro. No ponto médio da distância entre as garrafas, foi mantida acesa, durante alguns minutos, uma lâmpada incandescente. Em seguida a lâmpada foi desligada. Durante o experimento, foram monitoradas as temperaturas das garrafas: a) enquanto a lâmpada permaneceu acesa e b) após a lâmpada ser desligada e atingirem equilíbrio térmico com o ambiente.

A taxa de variação da temperatura da garrafa preta, em comparação à da branca, durante todo experimento, foi 

  1. a) igual no aquecimento e igual no resfriamento.
  2. b) maior no aquecimento e igual no resfriamento
  3. c) menor no aquecimento e igual no resfriamento
  4. d) maior no aquecimento e menor no resfriamento.
  5. e) maior no aquecimento e maior no resfriamento.

Confira uma videoaula sobre calorimetria

7) Magnetismo Elementar: De 2010 para cá, as questões de magnetismo começaram a cair no Enem, um exemplo é a questão abaixo, retirada do Enem de 2015, veja:  

Uma pessoa abre sua geladeira, verifica o que há dentro e depois fecha a porta dessa geladeira. Em seguida, ela tenta abrir a geladeira novamente, mas só consegue fazer isso depois de exercer uma força mais intensa do que a habitual. A dificuldade extra para reabrir a geladeira ocorre porque o (a) 

  1. a) volume de ar dentro da geladeira diminuiu.
  2. b) motor da geladeira está funcionando com potência máxima.
  3. c) força exercida pelo ímã fixado na porta da geladeira aumenta.
  4. d) pressão no interior da geladeira está abaixo da pressão externa.
  5. e) temperatura no interior da geladeira é inferior ao valor existente antes de ela ser aberta.

8) Óptica Geométrica: Você sabe a diferença de uma lente convergente de uma divergente ou de onde vem a luz e como ela se propaga até nós? A Óptica estuda exatamente isso e todos os fenômenos associados a luz. Veja a questão que caiu no Enem 2015:  

Será que uma miragem ajudou a afundar o Titanic? O fenômeno ótico conhecido como Fata Morgana pode fazer com que uma falsa parede de água apareça sobre o horizonte molhado. Quando as condições são favoráveis, a luz refletida pela água fria pode ser desviada por uma camada incomum de ar quente acima, chegando até o observador, vinda de muitos ângulos diferentes. De acordo com estudos de pesquisadores da Universidade de San Diego, uma Fata Morgana pode ter obscurecido os icebergs da visão da tripulação que estava a bordo do Titanic. Dessa forma, a certa distância, o horizonte verdadeiro fica encoberto por uma névoa escurecida, que se parece muito com águas calmas no escuro.  

O fenômeno ótico que, segundo os pesquisadores, provoca a Fata Morgana é a 

  1. a) ressonância.
  2. b) refração.
  3. c) difração.
  4. d) reflexão.
  5. e) difusão.

Confira uma videoaula sobre os princípios fundamentais da óptica geométrica

Viu só? Todas as questões apresentadas nos trazem dados de circunstâncias que vivemos em nosso dia a dia. Uma boa estratégia e enquanto estiver estudando esses conteúdos é fazer essas ligações. Vai ficar bem mais fácil de aprender a matéria. Outra sugestão é para que você baixe as provas do Enem e pratique. Logo, logo, os 8 assuntos de física que mais caem no Enem vão se tornar muito fáceis para você! 

LEIA TAMBÉM:

Não gosto de exatas, e agora?

6 assuntos de matemática que mais caem no ENEM!


Já conhece nosso cursinho online? Nele você encontra videoaulas exclusivas dos assuntos mais recorrentes na prova do Enem, e o melhor: o cadastro é gratuito!

QUERO SER PRÓ!