Como vai funcionar o ENEM 2020?


1
118 compartilhamentos, 1 ponto

Se você é estudante do Ensino Médio ou pretende ingressar em uma universidade, provavelmente já soube que o ENEM 2020 contará com mudanças significativas em seu modelo de prova.

O intuito é tornar o exame totalmente digital até o ano de 2026, mas o processo já se inicia a partir deste ano, onde 50.000 alunos de 15 capitais brasileiras poderão optar pela avaliação digital no ato da inscrição.

Neste artigo iremos mostrar mais detalhes sobre as mudanças que ocorrerão na aplicação da prova, quais as datas nas duas modalidades e as implicações que isso terá para os candidatos.

E se você deseja ter acesso a todas essas informações, continue a leitura dessa postagem até o final!

Resultado de imagem para enem digital

Principais mudanças no exame

Este ano terão início as primeiras modificações relacionadas ao modelo de prova e espera-se que, até 2026 o Exame Nacional do Ensino Médio seja 100% digital.

Durante o preenchimento da ficha de inscrição, o aluno poderá optar pela prova tradicional em papel ou pelo projeto piloto digital.

No entanto, o piloto será disponibilizado apenas para 15 capitais brasileiras, as quais você confere na lista abaixo:

  • Belém
  • Belo Horizonte
  • Brasília
  • Campo Grande
  • Cuiabá
  • Curitiba
  • Florianópolis
  • Goiânia
  • João Pessoa
  • Manaus
  • Porto Alegre
  • Recife
  • Rio de Janeiro
  • Salvador
  • São Paulo

A intenção do Ministério da Educação é investir R$20 milhões com o projeto piloto em 2020, sem a aquisição de computadores para esse fim. O que irá acontecer é que os equipamentos utilizados virão das próprias instituições que receberão os candidatos para as provas.

E tanto a parte das questões objetivas quanto a redação serão feitas utilizando esse novo formato. A data de aplicação será diferente para ambos os casos, sendo 11 e 18 de outubro a digital e a tradicional nos dias 01 e 08 de novembro.

A escolha da data referente à prova tradicional foi posta propositalmente após a digital, pois caso haja algum problema com a digital, os candidatos poderão ter uma nova chance com a avaliação em papel.

E o esperado é que com o decorrer dos próximos anos, até 2025, a quantidade de pessoas fazendo a prova impressa diminua, até que em 2026 todos estejam seguindo o novo padrão.

Conteúdos diferenciados

O conteúdo das questões e redação será modificado a partir de 2021. Isso irá acontecer, pois o exame precisará se adequar também ao formato do novo Ensino Médio.

Mas para esse ano, o conteúdo continua o mesmo com questões sobre Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, com o total de 180 perguntas de múltipla escolha e uma redação.

Resultado de imagem para enem digital

Taxa, inscrição e isenção

As inscrições para o Enem 2020 terão início a partir do mês de maio e em abril os alunos de baixa renda poderão solicitar a isenção das taxas.

No entanto, os valores aplicados este ano ainda não foram divulgados pelo órgão responsável.

Vantagens do ENEM digital

Uma das principais vantagens que o candidato inscrito terá na prova digital é a possibilidade de, durante o preenchimento da ficha de inscrição, escolher um dos cinco itinerários formativos referentes ao novo formato do ensino médio, ou seja, poderá dar sequência às disciplinas específicas que estudar no horário complementar.

No entanto, essa possibilidade de escolha será possível apenas a partir de 2026, onde todas as provas serão digitais e as mudanças no padrão do ensino médio já terão ocorrido.

Outro grande benefício na mudança da prova para o formato digital é que a quantidade de aplicações poderá ser maior, pois não haverá mais os custos com impressão, permitindo inclusive que o concurso aconteça mais vezes durante o ano.

Além disso, as características e conteúdos das avaliações ficarão mais adaptados à população que vive em uma era digital, usa a internet para estudar e ter acesso a notícias, reportagens, etc.

E quanto às correções das provas, poderão ser feitas com muito mais rapidez, pois todo o sistema será digitalizado e não haverá a necessidade de inserir cartão por cartão na máquina leitora de respostas.

E esse novo sistema é seguro?

Muitas pessoas podem estar se perguntando se, por ser uma prova feita através do computador, será possível consultar respostas na internet ou fazer cálculos com Excel ou calculadora. A resposta é não.

Apesar de ser um projeto experimental, o MEC tomará todos os cuidados para que nenhuma trapaça aconteça.

Os candidatos inclusive não conseguirão acessar outros documentos nem que seja para rascunho. Neste caso, pode ser que todos os participantes recebam uma folha somente para essa finalidade.

Porém todo o conteúdo, redação e respostas serão inseridos no arquivo digital.

E não haverá nenhuma maneira de burlar essa segurança, pois tudo o que não esteja relacionado com a prova será bloqueado durante a aplicação e existirão fiscais em sala que irão monitorar todo o andamento.

Resultado de imagem para enem inscrição

Mais informações sobre o projeto

Tudo isso teve início durante o ano de 2009, com a primeira reformulação no ENEM, que previa duas edições por ano, sendo uma entre abril e maio e outra em outubro.

No entanto essa hipótese acabou não acontecendo por uma questão de organização, onde planejar duas provas ao ano seria um procedimento consideravelmente confuso.

Porém, o que se espera para 2026 é que a prova digital possibilite quatro avaliações por ano, permitindo que mais pessoas consigam participar.

Além disso, se algum candidato inscrito, por algum motivo se ausentar no dia da prova, terá outras oportunidades, não necessitando aguardar um ano para isso.

E como surgiu essa ideia?

Teve início em 2015, a partir de uma ideia do Ministro Cid Gomes, que sugeriu a possibilidade de se realizar a prova online.

Alguns polos seriam criados para que o aluno pudesse realizar a prova, que seria agendada, tendo a opção de já selecionar o curso de nível superior de interesse.

Neste caso teria um banco de questões com 50.000 opções que o aluno poderia escolher e usá-las para estudo e que seria disposta na prova de maneira aleatória.

Essa seria uma oportunidade para as universidades já selecionarem as questões conforme a área de interesse do candidato, como exatas e humanas, facilitando o ingresso na instituição.

Neste artigo foi possível encontrar informações relacionadas às mudanças que acontecerão a partir do ENEM 2020.

O que você acha desse novo modelo de ENEM? Deixe o seu comentário aqui embaixo.

QUERO SER PRÓ!


Leia mais:

ENEM: 11 dicas de interpretação de texto 

Como utilizar a nota do ENEM para estudar em Portugal 

Como funciona o Enem e como você pode ajudar o seu filho a estudar

Contagem regressiva Enem: O que você não pode deixar de fora do plano de estudos

5 dicas para você tirar a nota máxima na redação do Enem 

 


Gostou? Compartilhe com seus amigos! <3

1
118 compartilhamentos, 1 ponto

Qual sua reação?

aff aff
0
aff
confuso confuso
0
confuso
vixe vixe
0
vixe
haha haha
0
haha
nerd nerd
0
nerd
amei amei
0
amei
kkkkk kkkkk
0
kkkkk
omg omg
0
omg
oh yeah oh yeah
0
oh yeah
Dara Zimermann

Dara é graduada em Cinema e mestranda em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Adora memes, redes sociais e escrever sobre tecnologia, educação, além de assuntos relacionados ao Enem e vestibulares.